segunda-feira, 21 de março de 2011

Cresce o número de mulheres motociclistas no Brasil

Segundo dados dos Detran (Departamento de Trânsito) dos estados, o número de mulheres condutoras de motocicletas vêm aumentando a cada dia. Uma pesquisa realizada no ano passado revelou que em quase todos os estados (com exceção para Mato Grosso do Sul) houve aumento no número de mulheres motociclistas. Hoje, elas já dominam um terço do universo motociclista do Brasil.




Esse aumento começou a ser mais significativo a partir de 2004, onde o número de mulheres motociclista simplesmente dobrou.

Bem, e como o universo da moda não para, a cada dia mais estão sendo fabricados equipamentos e roupas à altura do universo feminino. No Brasil, já são diversas empresas que têm se empenhado em produzir roupas e capacetes modelados para as mulheres.
Os modelos estão sendo criado de forma menos grotesca. Botas e luvas de couro, jaquetas com mais bolsos, roupas feitas com elastano (mais ajustável ao corpo), náilon ou poliéster, capacetes decorados, tudo para agradar esse nicho crescente de mercado. O quesito segurança tem sido reforçado, afinal, a pele feminina é mais sensível que a masculina.

Competições

Já está se tornando comum encontrar mulheres em competições sobre duas rodas. No motocross notadamente se destacam as mineiras Mariana Balbi de BH e a jovem Tauane de Itamarandiba. Na motovelocidade temos a paulista Cristiane Trentim da cidade de Araraquara. As mulheres estiveram presentes até mesmo no Dakar Argentina-Chile 2011, que na categoria feminina teve vitória de Laia Sanz.

Laia Sanz - Campeã do Rally Dakar Argentina-Chile 2011


Fonte: Motokando.com

Um comentário: